segunda-feira, 12 de abril de 2010

SAUDADE.

(Engraçado que alguns blogs que eu tenho visto têm falado sobre saudade também. Parece que todo mundo resolveu ficar saudoso ao mesmo tempo...)

Já tem um tempo que tenho sentido vontade de deletar meu fotolog. Sexta-feira resolvi dar uma olhada nas fotos antigas e me deu um aperto no coração...
2005 foi um ano complicado pra mim... tive problemas sérios, tive que testar até onde minha fé em Cristo era verdadeira, tive que fazer uma escolha muito dolorosa... e por causa disso me aproximei de pessoas que estavam com problemas sérios também e que também estavam testando sua fé. Fiz amigos tão queridos que eu seria capaz de esquecer de mim por eles! Me aproximei de pessoas com as quais eu achei que nunca conviveria e, de uma hora pra outra nossas dificuldades fizeram de nós tão amigos, tão irmãos...
Senti saudade dos rolês na Rua Augusta, senti saudade das baladas, senti saudade das orações no meio de show de hardcore (rs), senti saudade dos shows de hardcore TODO FINAL DE SEMANA, senti saudade de ir pra casa das amigas e dormir por lá como seu eu fosse adolescente, senti saudade de receber amigas na minha casa durante a semana e ir dormir tardão, senti saudade de quando fui morar sozinha, não tinha tv e a noite eu lia a Bíblia e orava com toda minha fé e devoção, de quando eu descobri que podia contar meus problemas porque algumas pessoas se importavam comigo... me deu tanta saudade... senti cheiros e gostos como se estivesse vivendo de novo aqueles momentos... e meus olhos se encheram de lágrima por um tempo que não vai mais voltar.
Tanta coisa mudou... eu fui pro Avalanche, casei, os amigos casaram, uns mudaram de Estado, eu mudei de Estado e agora tá todo mundo longe...apesar disso, não sei pras outras pessoas, mas pra mim tudo continua igual...

Junia
Jota
Ester
FabitoQ
QUE FALTA VOCÊS ME FAZEM!

4 comentários:

Tati Blue disse...

EU NUM CASEI!!!!!!!!!!!!!!
kkkkkkkkkkk

Mas tô contigo, morro de saudades de muita coisa.

JÚNIA disse...

ai,marida...só vc msm pra m fazer chorar no meio de um monte de gente...saudade imensa da gente...eu tava falando isso com o Jota esses dias...saudade de andar à toa na Paulista...de dormir na sua ksa...rsrsrs...de comer macarrão na estreia da panela nova...ixxiii...tanta coisa...a gente viveu muita coisa boa, muita coisa ruim...muita coisa necessária, desnecessária...mas que fez da gente o que a gente é hoje...eu sou uma pessoa melhor por ter aprendido tanto com vc. E tem coisa que nem o tempo tira da gente...essa imensa vontade de viver, de voar mais que as nossas asas permitem. Te amo!

Alessandra disse...

eu casei...mas eu sinto saudades de vc!!
eu sinto saudades das baladas na augusta...de vc dormindo la em casa...de andar por ai e tomar alguma coisa na paulista,sinto falta de toda desobrigação que uma tarde de conversas inteligente com meninas podia ter e todas as pitadas de futilidade dessas conversas...alias que rimel vc anda usando!!! =[
saudades

Tati! disse...

Eu não tenho vergonha de dizer: leio posts atrasados... kkkk

Leio mesmo... quase não consigo ficar aqui de frente sossegada... sem estar na correria..

Esse tipo de coisa que você escreveu só podem vir de pessoas especiais!

Gosto quando diz que tudo continua igual!

Suas palavras me fazem refletir sobre memórias minhas que também nunca voltarão!

Ô coisa boa viver!

Bjo.