quarta-feira, 2 de junho de 2010

COMO MUDAR A MENTE DAS PESSOAS?

Uma vez, tem tempo já, saí pra trabalhar cedinho. Peguei o ônibus até o primeiro dos 3 terminais que eu teria que passar pra chegar ao trabalho e, chegando lá, fui informada que a partir daquele exato horário os motoristas e cobradores entrariam em greve.
Sabe sacanagem? Então... se os caras iam parar de trabalhar PORQUE caramba levaram a gente até longe de nossas casas? E os nossos direitos?
Bem, continuando...
Como não sou uma pessoa lá muito calma, me juntei a outras pessoas tão revoltadas quanto eu e paramos a rua! Nem carro, nem moto, nem bicicleta... não deixamos passar mais NADA! Nem mesmo os ônibus intermunicipais! Queríamos brigar pelos nossos direitos!!
Baixou polícia, um cara foi preso... e pouco a pouco as pessoas foram dispersando, dispersando... tentando pegar carona pra ir trabalhar... até que ouvi alguém falar: "Esse bando de arruaceiro, só quer atrapalhar nossa vida, a gente querendo ir trabalhar e eles fazendo bagunça!"
BAGUNÇA?
Meu, ninguém nunca quer fazer nada por nós, quando a gente se une pra fazer algo chamam de bagunça??
Onde quero chegar?
Aqui no IDE a gente se lasca... trabalha pra caramba, o salário tem atrasado (por culpa da Prefeitura, fique bem claro), não temos muitos recursos mas todo mundo dá o seu melhor, porque queremos ver essas crianças educadas, queremos dar uma perspectiva de futuro pra elas, tirá-las da extrema pobreza e quem sabe dar um futuro digno a elas dando uma base cristã de respeito ao próximo, temos instrumentos, computadores, biblioteca...
... e sabe como os pais agradecem?
- Reclamam dos meus piercings e tatuagens (e do Luquinha também)
- Reclamam da poeira e terra no terreno
- Tiram seus filhos do Projeto sem motivo e não avisam
- Preferem ver as crianças o dia todo na rua a matriculá-los no Projeto
- Dizem que os professores têm cara de "abusador de criança"
- Não aparecem nas reuniões.
- Não ajudam com nada (a gente pede sabonete, papel higiênico, sulfite... não trazem NADA!)
... entre outras coisas.
 Como fazer essas pessoas entenderem que estamos aqui pelo bem das crianças?
Morro tentando... rs

Um comentário:

Tati Blue disse...

ai Kel... vc não é a única que pensa assim, viu?
o ser humano é apressado ao julgar, ao falar, ao compreender e até ao ouvir.
um saco viu!?!